DESAFIOS E CONQUISTAS ATRAVÉS DO TRABALHO: ESTUDO DE CASO DA INCLUSÃO DA PESSOA COM DEFICIÊNCIA / CHALLENGES AND CONQUERMS THROUGH WORK: CASE STUDY OF THE INCLUSION OF THE DISABLED PERSON

Francisca Aracelis de Carvalho Sousa

Resumo


Esta pesquisa tem como objetivo analisar e compreender a trajetória dos desafios superados na inclusão da pessoa com deficiência através do trabalho, neste caso como docente em Instituição de Ensino Superior - IES.  Assim, esta pesquisa abarcará a história de vida de um deficiente visual como sujeito desse estudo. Possibilitando, ainda, relacionar as transformações sócio-inclusivas ocorridas em Teresina e como esse processo de inclusão contribui para a ascensão social. Desta maneira, o estudo busca registrar como as pessoas deficientes podem despertar aspectos subjetivos de seus sonhos e projetos na construção de suas vidas a partir do emprego digno, em específico o de professor de uma IES. Para a realização deste estudo optamos por uma metodologia de estudo de caso contemplando a metodologia da historia oral, e para processo de produção dos dados utilizamos os relatos, potencializando a voz do sujeito-professor e protagonista. Teoricamente, nos subsidiamos em leituras como Freire (1979, 1993, 1996), Morin (2003), Dolabela (2003), Sassaki (2009), Pletsch (2009), entre outros que discutem a temática abordada.

 

Palavras-chave: Educação Inclusiva. Trabalho. História de Vida.

 

Abstract: This research aims to analyze and understand the trajectory of the challenges overcome in the inclusion of people with disabilities through work, in this case as a lecturer in Higher Education Institution - IES. Thus, this research will cover the life story of a blind person as a subject of this study. They also enable to relate the socio-inclusive occurred in Teresina and how this process contributes to the inclusion of social ascension. Thus, the study seeks to register as disabled people can wake subjective aspects of their dreams and projects to build their lives from decent employment, in particular the teaching of an IES. For this study we chose a case study methodology contemplating the methodology of oral history, and production process the collected data reports, increasing the voice of the subject teacher and protagonist. Theoretically, we subsidize readings as Freire (1979, 1993, 1996), Morin (2003), Dolabela (2003), Sassaki (2009), Pletsch (2009) among others discussing the topic addressed.

 

Keywords: Inclusive Education. Work. Life History.


Texto completo:

PDF

Referências


ALARCÃO, I. Escola Reflexiva e Nova Racionalidade. Porto Alegre: Artmed, 2000.

ALBERTI, V. História oral: a experiência do Cpdoc. Rio de Janeiro: Editora FGV, 2004.

AMORA, A. S. Minidicionário Soares Amora da Língua portuguesa. 19. ed. São Paulo: Saraiva, 2009.

BRASIL. Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional (lei nº 9394/96). Brasília, DF: MEC, 1996.

______. Diretrizes nacionais para a educação especial na educação básica. Brasília: MEC/ SEESP, 2001.

CARDOSO, C. F.; VAINFAS, R. (Orgs.). Domínios da história: ensaios de teoria e metodologia. Rio de Janeiro: Campus, 1997.

COUTINHO, R. M. T. Pedagogia do ensino superior: formação inicial e formação continuada. Teresina: [s. e.], 2007.

DEMO, P. Pesquisa: princípio científico e educativo. 9. ed. São Paulo: Cortez, 2002.

DOLABELA, F. Pedagogia Empreendedora. Rio de Janeiro: Sextante, 2003.

FREIRE, P. Educação e mudança. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1979.

______. Pedagogia da autonomia: saberes necessários à prática educativa. São Paulo: Paz e Terra. 1996.

______. Política e educação: ensaio. São Paulo. Cortez, 1993.

GIL, A. C. Como Elaborar Projetos de Pesquisa. 4. ed. São Paulo: Atlas, 2002.

GONZÁLEZ, E. et. al. Necessidades educacionais específicas: intervenção psicoeducacional. São Paulo: Artmed, 2007.

MORIN, E. Os setes saberes necessários à educação do futuro. 3. ed. São Paulo: Cortez; 2001.

MACHADO, L. M. A nova LDB e a construção da cidadania. In: SILVA, C. B.; MACHADO, L. M. (Org.). Nova LDB: trajetória para a cidadania?. São Paulo: Arte & Ciência, 1998. p 93-104.

MINAYO, M. C. S. et. al. Pesquisa Social: teoria, método e criatividade. Rio de Janeiro: Vozes, 1994.

PERRENOUD, Ph. A prática reflexiva no ofício de professor: profissionalização e razão pedagógicas. Porto Alegre : Artmed Editora, 2002.

PLETSCH, M. D.; BRAUN, P.; GLAT, R. Estratégias pedagógicas para a inclusão de

alunos com deficiência mental no ensino regular. In: GLAT, R. (Org.). Educação Inclusiva: cultura e cotidiano escolar. Rio de Janeiro: Editora Sete Letras, 2007. p. 79-96.

SASSAKI, Romeu Kazumi. Como chamar as pessoas que têm deficiência? Revista da Sociedade Brasileira de Ostomizados, ano I, n. 1, 1° sem. 2003, p. 8-11. [Texto atualizado em 2009]

SOUSA, S. Z. L.; PRIETO, R. G. A educação especial. In: OLIVEIRA, R. P.; ADRIÃO, T. (Org.). Organização do ensino no Brasil: níveis e modalidades na Constituição Federal e na LDB. São Paulo: Xamã, 2002. p. 123-136.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2019 DIÁLOGOS E CONTRAPONTOS: ESTUDOS INTERDISCIPLINARES

Couldn't lock the file.