O USO DE RECURSOS TECNOLÓGICOS NO ENSINO TÉCNICO E SUA RELAÇÃO COM OS ESTILOS DE APRENDIZAGEM / THE USE OF TECHNOLOGICAL RESOURCES IN TECHNICAL EDUCATION AND ITS RELATION WITH LEARNING STYLES

Maria Juliana Góes Coelho da Cruz, Ricardo Venturineli, Julio Cesar Ferreira dos Passos, Carla Danubia Santos de Santana Coelho

Resumo


Associar o uso de recursos tecnológicos à teoria dos estilos de aprendizagem, tende a estabelecer uma relação de ensino-aprendizagem mais proveitosa, de modo que os alunos possam assimilar melhor o conteúdo proposto pelo professor, agregando significativamente ao aprendizado. O presente trabalho aborda o assunto concernente aos estilos de aprendizagem na educação e faz referência ao uso das tecnologias dentro do contexto educativo. Tem o objetivo de avaliar a relação do uso de recursos tecnológicos dentro da sala de aula e sua influência na aprendizagem de acordo com os quatro estilos: o ativo, o reflexivo, o teórico e o pragmático. Para isso foram aplicadas as ferramentas digitais Socrative e Kahoot no desenvolvimento de atividades realizadas em equipes de três alunos, as quais consistiam em questionários compostos por questões objetivas de múltipla escolha, onde cada questão era discutida entre alunos e professora. Como resultado das atividades pode-se observar que a relação ensino-aprendizagem foi melhorada e os alunos tornaram-se mais satisfeitos com a aplicação dos recursos tecnológicos.

 

Palavras-chave: Tecnologia. Educação. Estilos de aprendizagem. Recursos tecnológicos.

 

Abstract: Associating the use of technological resources with the theory of learning styles tends to establish a more profitable teaching-learning relationship, so that students can better assimilate the content proposed by the teacher, adding significantly to the learning. The present work deals with the subject concerning learning styles in education and refers to the use of technologies within the educational context. It aims to evaluate the relationship between the use of technological resources within the classroom and its influence on learning according to the four styles: the active, the reflective, the theoretical and the pragmatic. In order to do this, the Socrative and Kahoot digital tools were applied in the development of activities carried out in teams of three students, which consisted of questionnaires composed of objective questions of multiple choice, where each question was discussed between students and teacher. As a result of the activities it can be observed that the teaching-learning relationship was improved and students became more satisfied with the application of technological resources.

 

Keywords: Technology. Education. Learning Styles. Technology Resources.

 


Texto completo:

PDF

Referências


AMARAL, S.F.; BARROS, D. M. V. Estilos de aprendizagem no contexto educativo de uso das tecnologias digitais interativas. Campinas: LANTEC, 2007. Disponível em: . Acesso em: 16 abril 2018.

BARROS, D. M. V. A Teoria dos Estilos de Aprendizagem: convergência com as tecnologias digitais. Revista SER. Agudos: 2008. Disponível em: . Acesso em 13 abril 2018

CARVALHO, A. A. A. Apps para ensinar e para aprender na era mobile-learning. In: Apps para dispositivos móveis: manual para professores, formadores e bibliotecários. REPÚBLICA PORTUGUESA. Ministério da Educação, 2015.

CAVELLUCCI, L.C. B. Estilos de Aprendizagem: em busca das diferenças individuais. Curso de Especialização em Instrucional Design, 2005.

CERQUEIRA, T. C. S. Estilos de aprendizagem em universitários. Campinas: UNICAMP, 2000.

GOULÃO, M. F. Estilos de Aprendizagem, ambientes virtuais de aprendizagem e auto-aprendizagem. In: BARROS, D. M. V. Estilos de Aprendizagem na Atualidade. Lisboa: [s. n.], 2011. v. 1.

GUIMARÃES, D. Kahoot: quizzes, debates e sondagens. In: Apps para dispositivos móveis: manual para professores, formadores e bibliotecários. REPÚBLICA PORTUGUESA. Ministério da Educação, 2015.

HONEY, P. Who are Honey and Mumford? Peter Honey, Londres; 2011. Disponível em: . Acesso em 22 abril 2018.

PIMENTEL, A. A teoria da aprendizagem experiencial como alicerce de estudos sobre desenvolvimento profissional. Estudos de Psicologia, Natal, v. 12, n. 2, p. 159-168, 2007. Disponível em: < http://www.scielo.br/pdf/epsic/v12n2/a08v12n2.pdf>. Acesso em: 22 abr. 2018.

TRINDADE, J. Promoção da interatividade na sala de aula com Socrative: estudo de caso. In: Tecnologia da Informação em Educação. Indagatio Didactica, v. 6, n. 1. Aveiro, 2014.

VERMELHO, S. C. Mídia, Tecnologia e Aprendizagem. Curitiba: Editora Fael, 2012.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2019 DIÁLOGOS E CONTRAPONTOS: ESTUDOS INTERDISCIPLINARES